quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Viagem ao Parque Nacional do Itatiaia

Fim de semana passado me juntei ao pessoal do Couchsurfing para conhecer um pouco do Parque do Itatiaia, reserva natural e base de treinamento dos Agulhas Negras, fica entre os Estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro, possui 222 quilometros de extensão e algumas montanhas com altura superior a dois mil metros de altura.

clique para ampliar a vista do sábado

Visitamos duas vezes o parque, no sábado chegamos um pouco antes das onze horas e nos encaminhamos para a base do Maciço das Prateleiras, uma formação de granito impressionante, com uma grande rocha que lembrava um punho fechado e enorme espaço aberto onde podíamos ver grande parte da região em volta, retornamos perto das cinco horas da tarde, quando já começava a esfriar. O sol estava super forte, eu não passei protetor e voltei bem vermelha, mas a sombra era um pouco fria demais. A noite curtimos o restaurante da cidade e tomamos vinho até às duas da manhã.
Foi o verdadeiro esquema "se eu não durmo, ninguém dorme", apesar de todos estarmos acabados pelo esforço físico do dia.


Foto de perfil



Arranjamos Couch em qualquer lugar







Domingo acordamos bem cansados, mas prontos para conhecer outra parte da reserva, fizemos em duas etapas, subimos até um ponto e o grupo se dividiu para escalar a parte mais alta, eu fiquei entre os que não subiram pois estava com medo mesmo, o vento estava muito mais forte que no dia anterior e congelando. Aproveitei para entoar uns mantras com minha roomate e ficar calminha só observando.
Voltamos após às 14 horas direto para nossa selva de pedra, com amizades fortalecidas, a maioria das pessoas eu só conhecia de vista, e boas histórias. Além de novas fotos para o perfil!








Engraçado, apesar de dormir pouco, andar muito, a vista de cima das rochas me deu um ânimo inacreditável, é como se olhar para todo aquele azul, o céu estava limpinho, tivesse recarregado minhas baterias para mais um mês. Acho que vou precisar "fugir para o mato" mensalmente, grande parte do estresse paulistano, vai embora.
Cena que não vou esquecer, como as montanhas no horizonte formaram um degradê em azul até se misturarem com o céu.

(valeu galera do CS pela viagem e pelas fotos!)

2 comentários:

Gabriela Neves disse...

que lugar lindo!!

seguindo :)
beijos, G.

cabecanasnuvensz.blogspot.com.br

Djean Axt disse...

Curti! Logo quero ir em uma :P

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...